saiba mais

Doenças de A a Z

Nesta área você encontra informações sobre as mais diversas doenças, suas causas, sintomas e tratamentos. São textos curtos e de fácil entendimento. Escolha uma letra e clique para ver as doenças relacionadas.


Selecione uma letra:

A B C D E F G H I J K L M

N O P Q R S T U V W X Y Z

 
Doenças com a inicial: U
Uretrite

Uretrite é a inflamação da uretra com conseqüente surgimento de secreção e sintomas.

A inflamação pode ser: de causa bacteriana (gonococo, clamídia, E. Coli), de causa química (por exemplo, espermaticida usado durante as relações) e causa traumática (cirurgias, corpo estranho).

As uretrites mais comuns são as infecciosas sexualmente transmitidas. Essas são classificadas em uretrites gonocócicas e não gonocócicas. As gonocócicas são causadas pela Neisseria gonorrheae e as não gonocócicas são causadas por diferentes tipos de germes, entre os quais a Chlamydia trachomatis.Outros germes podem causar uretrites embora não frequentemente como a Trichomonas vaginalis, Ureaplasma urealyticum, Mycoplasma hominis, Staphylococcus sp e Candida albicans. Existem casos mais raros como as uretrites traumáticas (sondas, corpo estranho), as uretrites por vírus, uretrites associadas à neoplasia ou ao condiloma intra-uretral e uretrite psicogênica.

A maioria das uretrites são sexualmente transmitidas. Nos últimos anos houve aumento na freqüência das uretrites sexualmente transmitidas devido:

À promiscuidade sexual ao acesso fácil a anticoncepcionais

À divulgação de material erótico e pornográfico

À prática de auto-medicação com tratamentos inadequados

À migração de população de baixo nível socioeconômico-cultural para cidades grandes

Ao grande número de portadores sãos

À não utilização de preservativos.

As uretrites causam sintomas como dor para urinar, aumento da freqüência urinária, secreção (corrimento) pela uretra, dor durante ejaculação ou relações. Menos freqüentemente dores testiculares com "inchume" do mesmo, febre e mal estar.

As queixas geralmente são típicas, como vimos acima, principalmente quando acompanhadas de secreção uretral. As características da secreção (cor, volume, tempo de surgimento) são importantes na diferenciação entre uma uretrite gonocócica e uma não-gonocócica. O diagnóstico se baseia no exame bacterioscópico e bacteriológico da secreção uretral. Bacterioscopia e bacteriologia da secreção e/ou imunofluorescência para Chlamidia deverão ser obtidas.

As uretrites podem levar infecção a outros órgãos do aparelho genital e urinário como testículos (orquite), epidídimos (epididimite), próstata (prostatite). A própria uretra pode apresentar complicações, como, por exemplo, estreitamento. A infertilidade tanto masculina quanto feminina é outra conseqüência temida das uretrites, bem como a transmissão para o feto.

Os antibióticos são prescritos, uma vez feito o diagnóstico de uretrite infecciosa. Muitas vezes as uretrites têm dois agentes etiológicos (gonococo + clamídia). Um antibiótico que ataque os dois micro-organismos está indicado. Abstinência sexual e uso de preservativo durante o tratamento é recomendado. O prognóstico é bom quando o tratamento é bem indicado.

O esteio da prevenção é o uso de preservativo juntamente com outras medidas, como seleção adequada do parceiro e evitar promiscuidade sexual.

 
















© 2014 Laboratório Santa Catarina.
Rua Padre Bernardo Freuser, 286 - Centro
CEP 88701-140 - Tubarão/SC. Fone/Fax: (48) 3626.0014